"A logística reversa é processo de planejamento, implementação e controle do fluxo dos resíduos de pós-consumo e pós-venda e seu fluxo de informação do ponto de consumo até o ponto de origem, com o objetivo de recuperar valor ou realizar um descarte adequado. Desta forma, contribuindo para a consolidação do conceito de sustentabilidade no ambiente empresarial, apoiada nos conceitos de desenvolvimento ambiental, social e econômico. " (Patricia Guarnieri)



Crédito da imagem: jscreationzs / FreeDigitalPhotos.net

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Primeira edição do evento "Sustentabilidade em debate" realizado na FESP reuniu profissionais, estudantes e professores

Poucos temas dentro das empresas hoje são tão abrangentes e controversos quanto à sustentabilidade. A complexidade e o dinamismo do tema conduziram a primeira edição do evento “Sustentabilidade em Debate”, realizado ontem (30) na Faculdade de Educação Superior do Paraná (FESP) pelo curso de Administração. 
“Em paralelo com o Global Fórum, conseguimos reunir três empresários dos setores econômico, ambiental e social para participar de discussões com os alunos do quarto ano do curso de Administração”, conta o idealizador do evento, professor Pedro Salanek. 
O Sustentabilidade em Debate reuniu alunos e professores que discutiram tópicos atuais como sociedade em rede, design e inovação e a educação na sustentabilidade. 
Segundo Salanek, os conceitos de sustentabilidade precisam ser aplicados garantindo mais resultados e colocando em prática os objetivos do próprio Global Fórum. “É preciso provocar as pessoas para que elas entrem no processo de aplicação da sustentabilidade na vida pessoal e profissional”, aponta o professor. 
Dando continuidade à participação da FESP no Global Fórum a própria complexidade e o dinamismo do tema exigem que o mercado e o cenário acadêmico acompanhem esses movimentos. “Será importante mantermos estes eventos interativos, com a participação de alunos, professores e profissionais do mercado que vêem à FESP trazendo cases e apontando suas praticas de sucesso”, diz o coordenador do curso de Administração da FESP, Edison Luiz Dias. Segundo o coordenador, a ideia será realizar uma edição por bimestre. O debate, além dos professores e alunos da FESP, contou com os convidados: Yuri Beltramin, Fabiana Dian Ferreira e Antenor Demeterco Neto. 
Inclusão 
Outra prática sustentável que tem por objetivo acabar com a segregação de pessoas com deficiência auditiva na sociedade, é o curso de Libras que a FESP promove regularmente. A iniciativa de proporcionar conhecimento dentro da Linguagem Brasileira de Sinais será parte da apresentação que a professora de Libras, Priscila Vidal Festa, faz hoje (31) às 18h no Global Fórum. 
A conferência é realizada de forma digital e dá continuidade a interação e diálogo sobre aspectos relevantes de gestão para o mundo empresarial, acadêmico e para a sociedade como um todo, repensando o papel dos negócios enquanto protagonistas fundamentais para o bem-estar e o desenvolvimento sustentável. 

Fonte: Fesp (Kelson Henrique - Jornalista)
Disponível em: Confraria Sustentável

Nenhum comentário:

Postar um comentário