"A logística reversa é processo de planejamento, implementação e controle do fluxo dos resíduos de pós-consumo e pós-venda e seu fluxo de informação do ponto de consumo até o ponto de origem, com o objetivo de recuperar valor ou realizar um descarte adequado. Desta forma, contribuindo para a consolidação do conceito de sustentabilidade no ambiente empresarial, apoiada nos conceitos de desenvolvimento ambiental, social e econômico. " (Patricia Guarnieri)



Crédito da imagem: jscreationzs / FreeDigitalPhotos.net

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Pesquisa revela que setor automotivo é o segundo mais alinhado aos princípios de inovação para a sustentabilidade

Uma pesquisa realizada em maio de 2011 com 63 representantes de empresas filiadas à Fundação Nacional da Qualidade (FNQ, instituição sem fins lucrativos) coloca o setor automotivo como o segundo mais alinhado aos princípios de inovação para sustentabilidade, na opinião dos participantes. Em primeiro ficou o setor de energia elétrica e em terceiro, o de papel e celulose.
O estudo mostra ainda que 97% dos entrevistados consideram fundamental que as organizações inovem para buscar a sustentabilidade, tanto do negócio como da economia e do planeta. Apesar dessa consciência, 70% dos participantes do estudo acreditam que as empresas de maneira geral estejam preocupadas, mas não direcionam seus investimentos em inovações com foco no crescimento sustentável.
O levantamento apontou também que 27% dos entrevistados indicaram a gestão como a principal preocupação das empresas em que trabalham, enquanto 22% mencionaram a sustentabilidade e 19% a redução de custos.
Para o superintendente-geral da FNQ, Jairo Martins, os resultados da pesquisa mostram que muitas empresas ainda ignoram o tamanho do problema relacionado às questões ambientais: “A inovação para sustentabilidade precisa fazer parte do planejamento estratégico. Hoje, as organizações enxergam a sustentabilidade como um subconjunto da gestão e não como parte integrante do processo de gestão como um todo”, conclui.

Fonte: Frota&Cia

Nenhum comentário:

Postar um comentário