"A logística reversa é processo de planejamento, implementação e controle do fluxo dos resíduos de pós-consumo e pós-venda e seu fluxo de informação do ponto de consumo até o ponto de origem, com o objetivo de recuperar valor ou realizar um descarte adequado. Desta forma, contribuindo para a consolidação do conceito de sustentabilidade no ambiente empresarial, apoiada nos conceitos de desenvolvimento ambiental, social e econômico. " (Patricia Guarnieri)



Crédito da imagem: jscreationzs / FreeDigitalPhotos.net

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Madeira plástica: uma opção muito mais sustentável


O uso da madeira para construção residências, móveis e utensílios, entre tantas outras coisas está devastando a natureza, por isso ouvimos tanto falar em objetos produzidos com madeira de reflorestamento.
Mas existem outras opções que estão surgindo no mercado e além da durabilidade maior, ainda preservam o meio ambiente, como é o caso da madeira plástica.
É um material semelhante a madeira e que é fabricado a partir da reciclagem de vários tipos de plástico, que são processados e pigmentados para chegar a um novo material sólido com uso idêntico ao da madeira, podendo ser pregada, parafusada, rebitada ou colada.
É uma solução 100% ecológica que respeita o meio ambiente, ajudando a eliminar o lixo plástico e desmatamento indevido, pode ser usada em qualquer tipo de ambiente, tanto internos como externos. A madeira plástica não absorve quase nada de umidade, a durabilidade e resistência são características notórias. É resistente ao sol, corrosão, chuva, poeira e pode ser mantida em contato permanente com o solo. É também imune a pragas, não mofa e não cria fungos.
No Brasil apenas três estados fabricam a madeira plástica. Paraná, São Paulo e Rio Grande do Sul. Mesmo não sendo aparentemente idêntica a madeira, pode ser uma saída para quem pretende usar materiais ecológicos.

Por: Alana Rany
Fonte: Sacolinhas Plásticas/Blog  Minha Escolha: o Futuro - Revista Sustentabilidade


Nenhum comentário:

Postar um comentário