"A logística reversa é processo de planejamento, implementação e controle do fluxo dos resíduos de pós-consumo e pós-venda e seu fluxo de informação do ponto de consumo até o ponto de origem, com o objetivo de recuperar valor ou realizar um descarte adequado. Desta forma, contribuindo para a consolidação do conceito de sustentabilidade no ambiente empresarial, apoiada nos conceitos de desenvolvimento ambiental, social e econômico. " (Patricia Guarnieri)



Crédito da imagem: jscreationzs / FreeDigitalPhotos.net

domingo, 8 de agosto de 2010

CEBDS discute importância da educação para a sustentabilidade

A importância da formação de profissionais que conheçam os conceitos em torno da sustentabilidade e os utilizem na hora de decidir o modo de produção e gestão de suas empresas será discutida pelo Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável em 31 de agosto, em Porto Alegre (CEBDS).
O evento “Comunicação e Educação para a Sustentabilidade” contará com a presença de empresas, acadêmicos, governo e sociedade civil vão discutindo a importância dos conhecimentos sobre sustentabilidade no cotidiano das empresas.
O CEBDS lidera um esforço para mobilizar as empresas, governos e instituições de ensino alertando-os sobre a importância de se ensinar na escola, especialmente nas universidades, pelo menos os conceitos básicos da sustentabilidade.
"Não estou defendendo apenas o interesse das empresas, que de fato reduziriam tempo e dinheiro gastos na formação dos funcionários recém-chegados, mas é do interesse de todos nós - empresas, escolas, sociedade, planeta - que os nossos profissionais saibam como evitar danos, diminuir impactos, gastar menos e compartilhar mais”, afirma Ana Lúcia Suzuki, presidente da Câmara de Gestão Sustentável do CEBDS, gerente de Responsabilidade Social Corporativa da Basf e mediadora do Fórum.
Suzuki explica que a intenção não é acabar com o treinamento corporativo que aplica os conceitos de sustentabilidade no dia a dia das empresas, mas reduzir em cerca de dois terços todo o tempo gasto para capacitar os profissionais recém-chegados.
"Seria muito importante que os alunos de todos os cursos soubessem ao menos o que é sustentabilidade, engajamento com stakeholders, cadeia de valor, relatório de sustentabilidade, conceitos que ajudam a formar o caminho para esse novo modelo de desenvolvimento econômico que todos nós buscamos".
O Conselho Nacional de Educação (CNE) recebeu do MEC uma Proposta de Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Ambiental, sugerindo a inclusão do tema no currículo de cursos técnicos e de graduação a cerca de dois anos, porém a proposta ainda não foi aprovada.
Proposta do MEC:
Se for aprovada, a inclusão do tema sustentabilidade nos cursos técnicos e de graduação enfrentará ainda mais dois problemas, de acordo com Marina Grossi, presidente do CEBDS.
O tema sustentabilidade ou mesmo meio ambiente é um tema transversal, o que exige que seja abordado por todas as disciplinas e o fato de que ensinar meio ambiente sem falar em sustentabilidade não vai resultar nos efeitos esperados pela proposta.
"O meio ambiente foi o primeiro tema da sustentabilidade a aparecer na mídia e por isso ganhou rápida adesão, mas é um desperdício tratá-lo isoladamente, desassociado dos outros pilares da sustentabilidade, que são o êxito econômico e o progresso social das comunidades", afirma.
Pesquisa:
No evento também será apresentada uma pesquisa do Instituto Market Analysis que revela o que a população sabe sobre sustentabilidade e o que os comunicadores pensam sobre o tema.
Com a pesquisa, o Conselho pretende identificar se a comunicação sobre sustentabilidade é eficiente, se há alguma falha entre o que se quer comunicar e o que de fato é compreendido pelo público.

Por: Fernanda Dalla Costa
Fonte: http://www.revistasustentabilidade.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário