"A logística reversa é processo de planejamento, implementação e controle do fluxo dos resíduos de pós-consumo e pós-venda e seu fluxo de informação do ponto de consumo até o ponto de origem, com o objetivo de recuperar valor ou realizar um descarte adequado. Desta forma, contribuindo para a consolidação do conceito de sustentabilidade no ambiente empresarial, apoiada nos conceitos de desenvolvimento ambiental, social e econômico. " (Patricia Guarnieri)



Crédito da imagem: jscreationzs / FreeDigitalPhotos.net

sábado, 17 de abril de 2010

Upcycling de lonas de outdoors gera renda em São Carlos

Uma parceria entre a empresa de publicidade Clear Channel, em São Carlos (SP), e a Associação Maria & Fuxicos está usando lonas de plásticos de outdoors para fabricar sacolas de compras, gerar renda e contribuir com o número de empresas que estão iniciando atividades de upcycling – termo em inglês que significa gerar valor para materiais que seriam descartados - no Brasil.
"Conseguimos resolver um problema ambiental e ainda gerar renda para a comunidade”, ressalta Gessimar Zaffani, gerente da filial de São Carlos da Clear Channel e responsável pelo projeto.
A ideia surgiu da necessidade da empresa em destinar corretamente as lonas.
"Eu sempre quis fazer alguma coisa de economia solidária", disse Zaffani. "Depois da ideia, procurei uma associação que tivesse alguma ligação com o poder público e apresentei a ideia à empresa".
Assim surgiu a parceria com a associação que faz parte do Projeto de Fomento à Economia Solidária da Prefeitura de São Carlos. Além disso, a editora Cubo Multimídia criou identidade visual para as sacolas, conhecidas como ecobags, garantindo espaço no mercado.
As artesãs que participam do projeto utilizam cerca de um metro quadrado de lona para ser fabricada e usa retalhos de tecidos, que são enviados por confecções da cidade, para a produção dos detalhes.
Desde março de 2009, quando o projeto foi iniciado, dois mil metros de lona foram reaproveitados.
Como todo o material é doado, o custo das ecobags giram em torno de R$10 e rende em média R$600 para cada uma das três costureiras que fazem parte do grupo.
As associadas da Maria & Fuxicos também executam outros trabalhos artesanais, mas a coordenadora do projeto garante que grande parte da renda das associadas vem da produção das sacolas.
"Como o material deriva de peças publicitárias, cada parte da lona já tinha alguma coisa impressa, que acaba se destacando na peça pronta", afirma a responsável pelo projeto.
A procura pelas sacolas têm sido grande na cidade de São Carlos, especialmente para serem usadas como brindes em campanhas promocionais.

Por: Fernanda Dalla Costa

Fonte: http://www.revistasustentabilidade.com.br/reciclagem/tendencia-na-europa-upcycling-chega-ao-brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário