"A logística reversa é processo de planejamento, implementação e controle do fluxo dos resíduos de pós-consumo e pós-venda e seu fluxo de informação do ponto de consumo até o ponto de origem, com o objetivo de recuperar valor ou realizar um descarte adequado. Desta forma, contribuindo para a consolidação do conceito de sustentabilidade no ambiente empresarial, apoiada nos conceitos de desenvolvimento ambiental, social e econômico. " (Patricia Guarnieri)



Crédito da imagem: jscreationzs / FreeDigitalPhotos.net

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Logística reversa de embalagens de perfumaria e beleza - Programa Eco Estilo das Lojas Renner






A Renner lançou, em outubro de 2011, o projeto EcoEstilo, para realização da coleta dos resíduos de perfumaria e beleza. Agora, ao invés de jogar as embalagens e frascos vazios de perfumes e produtos de beleza n o lixo de casa, você pode descartá-las nos coletores disponíveis em nossas lojas. Nós daremos o destino ambientalmente correto para eles, encaminhando para reciclagem ou para aterros industriais. Todas as lojas possuem coletores de fácil visualização na área de vendas da perfumaria, onde é feita a coleta de embalagens e frascos de perfume, xampu, creme, esmalte de unhas, desodorante, maquiagem e sabonete líquido, entre outros. Os clientes podem depositar os resíduos de perfumaria e beleza nesses equipamentos mesmo que não tenham sido adquiridos na Lojas Renner.
O processo de descarte dos resíduos de perfumaria e beleza é parte do PGRS - Programa de Gestão de Resíduos Sólidos da Renner.
Em três meses de implantação, o projeto EcoEstilo recolheu e destinou, de maneira ambientalmente correta, mais de 4 toneladas de resíduos de perfumaria e beleza.
As metas para 2012 são:
● Aumentar em 30% a quantidade de resíduos enviados para reciclagem.
● Aumentar em 20% a arrecadação de resíduos no Projeto EcoEstilo.
● Desenvolver um programa de gestão de resíduos específico para as reformas de lojas.

CLIQUE NA IMAGEM E ENTENDA O PROCESSO DE LOGÍSTICA REVERSA



O Programa de Gestão de Resíduos Sólidos (PGRS)

Iniciado em 2010, tem como objetivo recolher, por meio da logística reversa, e dar destinação adequada a todos os resíduos gerados pela Companhia. Todo o processo de descarte é certificado por empresas especializadas. A destinação dos resíduos varia de acordo com o tipo, podendo ser enviados para reciclagem, aterros industriais ou coprocessamento.

Em 2011, o PGRS foi estendido a todas as lojas e aos dois centros de distribuição de produtos. O compromisso foi assumido em 2010 e estava previsto nas metas relacionadas à gestão da sustentabilidade da Lojas Renner.
O recolhimento dos resíduos é feito por meio de logística reversa – o mesmo caminhão que entrega os produtos nas lojas, recolhe os resíduos. As transportadoras levam os resíduos para os centros de distribuição de São Bernardo do Campo (SP) e Palhoça (SC), onde eles são separados por tipo e descartados corretamente. Esse processo é realizado por duas empresas terceirizadas, que gerenciam todas as etapas e garantem a destinação adequada dos resíduos.
O programa prevê a separação de resíduos recicláveis, perigosos, inservíveis, material de merchandising, pallets, sucatas diversas e resíduos tecnológicos. Em 2011 foram coletadas mais de 850 toneladas de resíduos, que foram encaminhadas para o destino correto.
Tudo o que não pode ser reciclado é encaminhado para aterros industriais – caso de reatores, pilhas e baterias – ou coprocessado, como manequins com defeitos.
O programa não inclui os resíduos gerados na área de vendas das lojas, em banheiros e em refeitórios, que são muito diversos e, em sua maioria, orgânicos. Esses resíduos são separados e destinados à coleta do shopping ou da prefeitura.
Em 2011, o monitoramento da adesão das lojas ao programa foi aprimorado. Os centros de distribuição passaram a emitir semanalmente um relatório com dados dos envios de resíduos de cada uma das unidades de venda. Assim, tornou-se possível acompanhar o desempenho das unidades e reforçar o treinamento em caso de necessidade.
Para preparar colaboradores e garantir o êxito do programa, em 2011 foram realizados treinamentos presenciais e online sobre o Programa de Gestão de Resíduos Sólidos, bem como sobre o projeto EcoEstilo. Ao todo, 2.969 funcionários multiplicadores foram capacitados, e os cursos também estão disponíveis a todos os colaboradores no ambiente virtual.
O PGRS atende às exigências da Política Nacional de Resíduos Sólidos, que foi sancionada em 2010 pelo governo federal e estabelece a responsabilidade compartilhada da sociedade, do governo e das empresas no ciclo de vida dos produtos.

Fonte: Renner

Um comentário: