"A logística reversa é processo de planejamento, implementação e controle do fluxo dos resíduos de pós-consumo e pós-venda e seu fluxo de informação do ponto de consumo até o ponto de origem, com o objetivo de recuperar valor ou realizar um descarte adequado. Desta forma, contribuindo para a consolidação do conceito de sustentabilidade no ambiente empresarial, apoiada nos conceitos de desenvolvimento ambiental, social e econômico. " (Patricia Guarnieri)



Crédito da imagem: jscreationzs / FreeDigitalPhotos.net

domingo, 30 de setembro de 2012

Projeto ReÓleo quer alcançar a marca de 10 mil litros de óleo de cozinha reciclados e assim catarinenses podem figurar no Guinness

Alcançar a marca de 10 mil litros de óleo de cozinha recebidos, de 1º de setembro a 1º de outubro, nos Postos de Entrega Voluntária instalados nas regionais da Associação Comercial e Industrial de Florianópolis (ACIF) e no Centro de Atendimento ao Turista. Com este objetivo, o Programa ReÓleo pretende entrar para o Guinness World Records, o livro mundial de recordes.
“Nossa meta é atrair a atenção da população e aumentar a conscientização para uma questão ambiental que depende do envolvimento de todos”, explica Renata Seara, coordenadora do ReÓleo. “Queremos atingir um novo patamar na coleta via PEV que gira hoje em torno de 5 a 6 mil litros mensais.” Os endereços dos PEVs estão no blog do programa, onde também pode ser sugerido o cadastramento de novos locais.
O ReÓleo foi criado em junho de 1998 pela ACIF para atender inicialmente a seus associados. Hoje, expandiu-se para cerca de 800 estabelecimentos, entre hotéis, pousadas, lanchonetes, restaurantes e empresas, além de condomínios. O óleo recolhido nesses estabelecimentos – cerca de 30 mil litros por mês - é armazenado em bombonas cedidas pelo programa.
O resíduo segue, então, para a Ambiental Santos, empresa de reciclagem de óleo e gordura vegetal do Paraná (com fábrica localizada próximo à Curitiba), onde é transformado em produtos de limpeza como sabão em pasta e detergente que são, posteriormente, doados aos estabelecimentos que coletaram o óleo.
“Firmamos termos de adesão e compromisso e tudo é controlado por meio de recibos, garantindo o correto funcionamento do programa que já reciclou, em seus 14 anos, mais de 1 milhão de litros de óleo de cozinha”, conta Renata Seara. “Agora, vamos dar um novo impulso também à coleta via PEVs, procurando ampliar a participação da população para que entremos no Guinness e, mais do que isso, para que consigamos dar a correta destinação a esse resíduo.”

Para saber mais: http://www.acif.org.br/reoleo/

Fonte do texto: CEMPRE
Crédito da imagem: BiodieselBR

Nenhum comentário:

Postar um comentário