"A logística reversa é processo de planejamento, implementação e controle do fluxo dos resíduos de pós-consumo e pós-venda e seu fluxo de informação do ponto de consumo até o ponto de origem, com o objetivo de recuperar valor ou realizar um descarte adequado. Desta forma, contribuindo para a consolidação do conceito de sustentabilidade no ambiente empresarial, apoiada nos conceitos de desenvolvimento ambiental, social e econômico. " (Patricia Guarnieri)



Crédito da imagem: jscreationzs / FreeDigitalPhotos.net

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

PEPSICO admite falha no envasamento de lote de Toddynho e retira produto do mercado no Rio Grande do Sul

A empresa PEPSICO detentora da marca TODDYNHO® admitiu existir falha no envasamento do produto, após 29 notificações de pessoas relatando problemas como irritações e lesões da mucosa da boca depois de ingestão do achocolatado Toddynho, em Porto Alegre e região metropolitana da capital do Rio Grande do Sul, até a última quarta-feria 04/10/2011.
Hoje (06/10/2011) a empresa Pepsico do Brasil protocolou campanha de recall para recolhimento do produto 'Toddynho Original 200ml', dos lotes L4 32 05:30 a L4 32 06:30, com validade até 19/02/2012, informa o Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC) do Ministério da Justiça. Em nota, o Ministério destaca que a empresa trocará a bebida achocolatada por similar ou restituirá valores pagos. 
O DPDC havia enviado notificação à empresa na semana passada, solicitando que fossem apresentados esclarecimentos sobre o produto. Há informações de que a bebida causaria risco de queimadura na boca dos consumidores. A nota informa que a campanha de recall envolve cerca de 80 unidades do produto, postas no mercado de consumo do Rio Grande do Sul.
Na nota, o DPDC destaca que a empresa informou ter identificado "um possível acidente em seu processo produtivo, o que, segundo seus registros, de fato, afetou parte de um lote correspondente a aproximadamente 80 (oitenta) unidades, nas quais embalagens do produto Toddynho Original de 200ml foram produzidas com líquido impróprio para o consumo, ao invés de seu conteúdo normal, não tendo havido contaminação do produto remanescente".
De acordo com a assessoria de imprensa da companhia PEPSICO, a falha no envasamento aconteceu na unidade de Guarulhos, na Grande São Paulo. De acordo com a assessoria, o problema ocorreu nas unidades de 200ml do achocolatado do lote com numeração de L4 32 05:30 a 06:30, todos com validade de 19/02/2012. 
Já a Secretaria da Saúde do Rio Grande do Sul afirma que alguns dos consumidores que notificaram seus casos informaram terem consumido produtos de outros lotes, que ainda não foram analisados, e orienta quem tem o achocolatado em casa a aguardar que a investigação indique quais os lotes adequados e inadequados ao consumo.  Empresa realizará a retirada do produto do mercado através da logística reversa.
Os casos ocorreram nas cidades de Porto Alegre, com nove, e Gravataí, na região metropolitana da capital gaúcha, com seis. As outras 14 notificações foram feitas em dez municípios de diversas regiões do Estado. Um dos laudos analisados pelo Laboratório Central (Lacen) divulgado hoje mostra que em um dos lotes, entre os 13 recolhidos, o pH do produto era de 13,3, alcalino, equivalente ao de produtos de limpeza como soda cáustica e água sanitária, e considerado muito alto para alimentos, que tem valores próximos a 7. 
A empresa responsável pela produção do Toddynho, PEPSICO, informou que houve uma falha durante a fabricação e, como precaução, realizou a interdição cautelar de todos os lotes do alimento no Rio Grande do Sul. A empresa afirma que os lotes foram distribuídos exclusivamente para o estado gaúcho.
Quatro casos de queimaduras na boca de crianças acarretaram uma solicitação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, a Anvisa, para que seja realizada uma inspeção imediata da fábrica de achocolatado da marca Toddynho.  De acordo com a Vigilância Sanitária, quatro casos em Porto Alegre e outros em Canoas e São Leopoldo já foram notificados. Os estabelecimentos comerciais estão sendo vistoriados com o objetivo de verificar a existência do produto e solicitar a retirada dos que estiverem à venda.
"A PEPSICO, detentora da marca TODDYNHO®, esclarece que tomou conhecimento de alteração na qualidade de cerca de 80 unidades de 200ml de TODDYNHO® Original, comercializadas na região metropolitana de Porto Alegre", informou nota oficial da companhia. De acordo com a PEPSICO, "a empresa imediatamente tomou as ações cabíveis para retirar estas unidades de circulação e conta com uma equipe de profissionais mobilizada para dar informações aos consumidores, pelo telefone 0800 703 2222. Os produtos são do lote com numeração de L4 32 05:30 a 06:30, todos com validade de 19/02/2012."
A empresa também afirmou, em comunicado, que "mantém profundo respeito com seus consumidores nos seus mais de 50 anos de atuação no Brasil. A empresa pauta suas ações pela ética e transparência e segue rigoroso controle de qualidade para produção de todas as suas marcas."

Nenhum comentário:

Postar um comentário