"A logística reversa é processo de planejamento, implementação e controle do fluxo dos resíduos de pós-consumo e pós-venda e seu fluxo de informação do ponto de consumo até o ponto de origem, com o objetivo de recuperar valor ou realizar um descarte adequado. Desta forma, contribuindo para a consolidação do conceito de sustentabilidade no ambiente empresarial, apoiada nos conceitos de desenvolvimento ambiental, social e econômico. " (Patricia Guarnieri)



Crédito da imagem: jscreationzs / FreeDigitalPhotos.net

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Balanço da reciclagem de pneus do primeiro semestre de 2011 é apresentado pela Reciclanip

De janeiro a junho de 2011, mais de 168 mil toneladas de pneus inservíveis, o equivalente a 33,63 milhões de unidades de pneus de carro de passeio, foram coletados e destinados de forma ambientalmente correta.
A Reciclanip, entidade voltada para a coleta e destinação de pneus inservíveis (aqueles que não têm mais condições de serem utilizados para circulação ou reforma), coletou e destinou de forma ambientalmente correta 168.148 toneladas de pneus inservíveis nos primeiro semestre de 2011, o equivalente a 33,63 milhões de unidades de pneus de carros de passeio.
Com 711 pontos de coleta distribuídos nos 26 estados e Distrito federal, a Reciclanip recolhe os pneus nos pontos de coleta e transporta até as empresas de trituração ou de reaproveitamento. Os pontos de coleta são desenvolvidos em parceria com as prefeituras, que cedem os terrenos dentro das normas especifica de segurança e higiene para receber os pneus inservíveis vindos de origens diversas.
Desde 1999, quando começou a coleta pelos fabricantes, 1,71 milhão de toneladas de pneus inservíveis foram coletados e destinados adequadamente, o equivalente a 342 milhões de pneus de passeio. Desde então, os fabricantes de pneus já investiram US$ 143,6 milhões no programa até junho de 2011. A previsão de investimento para 2011 é de US$ 41,5 milhões, o que significa um aumento de 25% em relação à verba investida em 2010, que foi de US$ 33 milhões.
DESTINAÇÃO FINAL
No Brasil, os pneus inservíveis são reaproveitados de diversas formas, como combustível alternativo para as indústrias de cimento, na fabricação de solados de sapato, em borrachas de vedação, dutos pluviais, pisos para quadras poliesportivas, pisos industriais, asfalto-borracha e tapetes para automóveis.
SOBRE A RECICLANIP
Fundada em 2007 a Reciclanip cuida exclusivamente das ações de coleta e reciclagem e fortalece estas iniciativas que já eram realizadas desde 1999 devido ao Programa Nacional de Coleta e Destinação de Pneus Inservíveis. 
Seguindo o modelo de gestão de empresas européias, com larga experiência na coleta e destinação de pneus inservíveis, a Reciclanip é diferente no quesito remuneração. Em outros países, as empresas são pagas pelos vários agentes da cadeia produtiva para cobrir as despesas operacionais e garantir a destinação de pneus inservíveis. Os consumidores europeus, quando compram novos pneus para seus veículos, por exemplo, são obrigados a pagar uma taxa para a reciclagem dos pneus velhos. Aqui no Brasil, os fabricantes de pneus novos, representados pela ANIP, arcam com todos os custos de coleta e destinação dos pneus inservíveis, como transporte, trituração e destinação.

Contatos para a imprensa:

Andreoli MSL Brasil
Selma Bellini - selma.bellini@br.mslworldwide.com - T: (55 11) 3169-9310 
Karen Cavichioli – karen.cavichioli@br.mslworldwide.com - T: (55 11) 3169-9342

Fonte: ANIP

Nenhum comentário:

Postar um comentário