"A logística reversa é processo de planejamento, implementação e controle do fluxo dos resíduos de pós-consumo e pós-venda e seu fluxo de informação do ponto de consumo até o ponto de origem, com o objetivo de recuperar valor ou realizar um descarte adequado. Desta forma, contribuindo para a consolidação do conceito de sustentabilidade no ambiente empresarial, apoiada nos conceitos de desenvolvimento ambiental, social e econômico. " (Patricia Guarnieri)



Crédito da imagem: jscreationzs / FreeDigitalPhotos.net

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Cases sustentáveis de empresas e administrações serão certificados e premiados pelo IBEF

Certificar e premiar cases sustentáveis de empresas e administrações, a fim de estimular e divulgar os avanços na área de sustentabilidade. É o que busca o Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças (IBEF) com a criação do projeto Padrão IBEF de Sustentabilidade. O projeto, que conta com o patrocínio da Vale, Deloitte, Usinas e Cemig, incentiva as ações que contribuam para o crescimento econômico, a preservação ambiental e o bem estar social no país. A iniciativa vai abordar pontos como responsabilidade ambiental, justiça social, viabilidade econômica, gestão, conflitos, governança e estrutura da operação.
A iniciativa do IBEF é voltada para qualquer empresa que tenha projeto na área de sustentabilidade. Para aprová-lo e certificá-lo, é preciso inscrever o projeto em uma das categorias da premiação, que são Valorização, Gestão, Governança, Administração de Conflitos e Estrutura da Operação. Os cases serão avaliados por um comitê técnico formado por 15 profissionais, de reconhecida atuação nas respectivas áreas.
O prazo de inscrição e entrega dos cases vai até o dia 31 de maio01/03/2011 a 31/05/2011 – Inscrição e entrega dos “cases”. A banca avaliadra examinará os projetos até o dia 15 de junho. Os vencedores de cada categoria serão premiados em evento que será realizado em Julho de 2011, receberão o troféu / escultura Ecosofia, terão seus projetos divulgados pela instituição e serão convidados especiais nas palestras e seminários do IBEF.
Com base no livro “Avaliação de Investimentos Sustentáveis, e autoria de Marcos Rechtman (Diretor do IBEF) e Carlos Eduardo Frickmann, o projeto definiu um direcionamento estratégico. Os autores, por meio de pesquisas, estudos e orientações de profissionais da área, estabeleceram conceitos de direção e gestão empresarial, – a Metodologia do Pentágono em Sustentabilidade – caracterizando e disseminando a responsabilidade sócio-ambiental como paradigma complementar a performance econômico-financeira, permitindo a criação do projeto.
“É de responsabilidade do IBEF contribuir para o aprimoramento e fortalecimento do segmento das finanças corporativas, visando desenvolver princípios que somem valor as empresas, de modo a conciliar os interesses dos acionistas e da comunidade como um todo”, disse Marcos Varejão, Diretor Executivo do IBEF-Rio. “A viabilidade econômica é um dos pilares que norteiam o caminho da sustentabilidade. Ou seja, se a empresa não tiver condições de se autossustentar, não terá condições de praticar ações na área. O objetivo do projeto é levar a ideia do verdadeiro sentido da sustentabilidade, por meio de cases premiados e assim estimular a adoção de práticas viáveis”, completou.
Veja o regulamento do Projeto Padrão IBEF de Sustentabilidade no site da entidade www.ibefrio.org.br.

Nenhum comentário:

Postar um comentário