"A logística reversa é processo de planejamento, implementação e controle do fluxo dos resíduos de pós-consumo e pós-venda e seu fluxo de informação do ponto de consumo até o ponto de origem, com o objetivo de recuperar valor ou realizar um descarte adequado. Desta forma, contribuindo para a consolidação do conceito de sustentabilidade no ambiente empresarial, apoiada nos conceitos de desenvolvimento ambiental, social e econômico. " (Patricia Guarnieri)



Crédito da imagem: jscreationzs / FreeDigitalPhotos.net

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Importância da reciclagem de pilhas e baterias - Bate papo com Patrícia Guarnieri no blog do projeto Participe & Recicle

Olá pessoal,
Participei de um bate-papo sobre a importância da reciclagem de pilhas e baterias e do consumo consciente no blog do Projeto Participe & Recicle.  
Dentre os assuntos tratados,  conversamos sobre o papel dos educadores na conscientização das crianças e jovens no consumo consciente de eletroeletrônicos e sobre a importância de dispormos corretamente e quando possível, reciclarmos as pilhas e baterias.
Confiram a matéria completa, clicando na imagem:


Patricia Guarnieri, hoje em Boa Viagem, Recife - PE, apresenta um currículo acadêmico longo na área de engenharia de produção, gestão industrial e gestão empresarial. Atualmente, a doutoranda em Engenharia de Produção pela UFPE, atua como professora da graduação e pós-graduação, pesquisadora, consultora e palestrante nas áreas de Logística Reversa, Logística de Suprimentos, Contabilidade Ambiental e Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos. 
Mas, além de todas essas funções, há uma atuação que nos chama atenção e favorece a todos que pesquisam os temas e procuram mais conhecimento nesse segmento: seu blog Logística Reversa e Sustentabilidade. Canal atualizado semanalmente com bons artigos, sugestões de projetos e pesquisas, é uma rica fonte de informações.

O blog Participe&Recicle se interessou por suas ideias, posts e posicionamentos e sugeriu um bate-papo exclusivo por aqui. Vamos acompanhar a conversa?

Perguntas - P&R, respostas - Patricia Guarnieri.

Qual é a importância do descarte adequado de pilhas e baterias?
O Brasil produz cerca de 800 milhões de pilhas comuns por ano, o que representa aproximadamente seis unid/hab.;10 milhões de baterias de celular; 12 mihões de baterias automotivas e 200 mil baterias industriais e apenas 1% disto é reciclado. Isso nos faz pensar: pra onde vai todo o resto das pilhas e baterias que não são recicladas?

As pilhas e baterias contém metais pesados como óxido de mercúrio, óxido de chumbo, zinco, manganês, lítio, níquel e cádmio, este materiais não se desintegram no meio ambiente facilmente, ao contrário, quando descartadas incorretamente no lixo comum ou em outros locais inadequados podem poluir o solo, os lençóis freáticos, os rios e causar desta forma, diversos prejuízos à saúde humana e ao meio ambiente. Estes prejuízos à saúde, ocorrem por meio de diversas doenças causadas por estes metais pesados, como o câncer de diversos tipos, danos ao cérebro, dermatites, náuseas, diarréia, entre tantas outras. 
Além disso, temos que considerar que há possibilidade de revalorização destes resíduos, por meio da reciclagem, os componentes das pilhas e baterias podem ser transformados em tintas para cerâmicas, fabricação de novas baterias, entre outros. Ou seja, desta forma aquilo que era considerado lixo, acaba por tornar-se matéria-prima novamente e assim, não acaba por ser descartado em locais inadequados o que ajuda a proteger o meio ambiente e a nossa saúde.

E, em sua opinião, qual é a responsabilidade dos educadores na conscientização dos jovens sobre o assunto?
Os educadores têm um papel essencial na conscientização das crianças e jovens, pois muitas destas crianças e jovens acabam por educar ambientalmente os próprios pais e introduzir a separação de lixo e o consumo sustentável em suas residências. Aquilo que eles aprendem nas escolas é multiplicado para sua rede de contatos, hoje os jovens possuem maior consciência ambiental e maior influência do que os jovens de outras épocas, devido aos impactos ambientais que são divulgados pela mídia e à carência de recursos naturais, a preocupação ambiental se torna natural, pois faz parte do seu cotidiano, quando a criança é educada neste sentido, torna-se muito fácil influenciar os pais a colaborarem neste sentido.
Os educadores podem incutir no ensino atitudes ambientais corretas que contribuem para a preservação do meio ambiente e incentivar as crianças e jovens a praticar o consumo sustentável, poisnão basta que tratemos dos resíduos gerados até agora, temos que nos preocupar em reduzir essa geração futuramente, o que dependerá diretamente da conscientização das crianças e jovens agora.
Para os jovens, qualidade de vida e preservação ambiental podem se tornar temas de discussão e ação prática na sociedade atual que incentiva o consumo como meio de vida?
Realmente, tenho que concordar que vivemos em uma sociedade de consumo, os rápidos ciclos de vida dos produtos, as novidades tecnológicas seduzem principalmente os mais jovens, que sempre optam por terem o último modelo de celular, o mais moderno computador ou game, as roupas e acessórios da última moda, no entanto temos que tentar mostrar aos jovens e também aos adultos, que tudo o que fizermos hoje, inclusive a forma pela qual consumimos terá consequências amanhã. Não podemos mais consumir exageradamente, gerar pilhas de lixo e despejar tudo em lixões, isto não irá mais existir daqui a algum tempo.
Talvez frear o consumo seja impossível no mundo em que vivemos, mas podemos incentivar práticas ambientalmente corretas quando descartamos estes bens, quando compramos os produtos podemos optar por aqueles cujas empresas oferecem serviços de retorno, por exemplo, no caso de baterias e também aqueles produtos que são feitos com matéria-prima biodegradável ou reciclável. Além disso, o papel dos pais é importantíssimo para incutir novos valores na educação dos filhos, as pessoas não são mais felizes ou têm melhor qualidade de vida por consumir mais, temos que aprender a consumir “menos e melhor”.

Pensando ainda nesse tema, como, então, podemos alcançar um patamar de consumo consciente?
A educação de base que ocorre principalmente em casa e, depois na escola, é a melhor forma de mostrar aos adultos e profissionais do futuro que temos sim possibilidades de reduzir, reciclar e reutilizar tudo aquilo que necessitamos para propiciar conforto e bem-estar na nossa vida, desta forma o consumo consciente será parte da nossa cultura, infelizmente isso não ocorre de uma hora para outra, precisamos investir nos jovens para que o futuro do nosso planeta seja melhor.


Aproveitem para conhecer o projeto "Participe & Recicle", CLIQUE AQUI

2 comentários:

  1. olá, como vão? estou paraticipando de um projeto contra pilhas e baterias jogados no meio ambiente .... então axo k todos devem doarem as pilhas e baterias velhas a cruz vermelha de sua cidade ! " O MEIO AMBIENTE TE AGRADEÇE "

    BRUNA ! DEUS E FIEL

    ResponderExcluir
  2. Olá Bruna,tudo bem?
    Obrigada pelo comentário.
    Nos explique melhor sobre o projeto, para que saibamos como participar, ok?
    Abraços

    ResponderExcluir