"A logística reversa é processo de planejamento, implementação e controle do fluxo dos resíduos de pós-consumo e pós-venda e seu fluxo de informação do ponto de consumo até o ponto de origem, com o objetivo de recuperar valor ou realizar um descarte adequado. Desta forma, contribuindo para a consolidação do conceito de sustentabilidade no ambiente empresarial, apoiada nos conceitos de desenvolvimento ambiental, social e econômico. " (Patricia Guarnieri)



Crédito da imagem: jscreationzs / FreeDigitalPhotos.net

domingo, 1 de agosto de 2010

Empresário foca na logística reversa e registra crescimento exponencial

"Em novembro de 2004, eu estava em Londres, naquele frio, e me chamaram para uma palestra sobre poluição e aquecimento global. Foi aí que a ficha caiu e percebi as consequências da impermeabilização do lençol freático que prejudica a eficiência da troca de calor do solo".
Quatro anos depois, Maurício Silva, além da Femapri, sua fábrica de embalagens de policloreto de vinila (PVC) em Guarulhos, na grande São Paulo, Silva quer dedicar-se exclusivamente à consultoria em reciclagem de resíduos industriais.
Economista por formação, Silva, não é uma pessoa que costuma perder oportunidades de negócios, mas hoje, a oportunidade está alinhada ao seu sentimento de urgência sobre a necessidade de mudar o paradigma da produção industrial.
"Os frutos [para o meio ambiente e a humanidade] do que eu estou fazendo talvez sejam sentidos apenas pelos meus netos," vaticinou o empresário. "O ciclo do meio ambiente é mais lento".
O crescimento da carteira de clientes de sua nova empresa de consultoria, a Femma Projetos e Gestão de Reciclagem, já é exponencial, confirmando que as mudanças estão a pleno vapor, mesmo que, segundo avaliação de Silva, estejam ainda no frágil começo. "As pessoas começaram a nos procurar pelo que fiz na minha fábrica," lembrou. "A demanda era tanta que decidimos nos dedicar em tempo integral".
Em 2008, a Femma teve um cliente. Em 2009, ela tem uns 12, entre três e quatro novas consultas por mês e um projeção de faturamento de R$1,2 milhões. Pode atingir o dobro, Silva disse, se for fechado um contrato com uma montadora de automóveis que planeja tornar a origem de quase todos os componentes de material reciclado em cerca de dois anos.
A Femma conta com a colaboração de 10 especialistas que analisam os sistemas produtivos das indústrias, classificam os resíduos gerados em cada etapa de produção, e monta um esquema para separá-los. Além disso, a Femma garante a compra do material pois revende para recicladores parceiros que utilizam o material como matéria prima.
Por: Alexandre Spatuzza

Nenhum comentário:

Postar um comentário