"A logística reversa é processo de planejamento, implementação e controle do fluxo dos resíduos de pós-consumo e pós-venda e seu fluxo de informação do ponto de consumo até o ponto de origem, com o objetivo de recuperar valor ou realizar um descarte adequado. Desta forma, contribuindo para a consolidação do conceito de sustentabilidade no ambiente empresarial, apoiada nos conceitos de desenvolvimento ambiental, social e econômico. " (Patricia Guarnieri)



Crédito da imagem: jscreationzs / FreeDigitalPhotos.net

sábado, 5 de junho de 2010

Educar e inovar para a sustentabilidade

As transformações socioeconômicas dos últimos 20 anos têm afetado profundamente o comportamento de empresas até então acostumadas à pura e exclusiva maximização do lucro. Com o surgimento de novas demandas e maior pressão por transparência nos negócios, as organizações estão procurando adotar uma postura mais responsável nas ações com seus públicos. A ideia de responsabilidade social incorporada aos negócios é, portanto, relativamente recente.
Ao tratar desse tema, o livro “Sustentabilidade XXI – Educar e Inovar sob uma Nova Consciência”, do empresário Rodrigo Costa da Rocha Loures, tornou-se “um exemplo de criatividade, iniciativa e inovação, e mostra como direcionar ciência e tecnologia para fins públicos, evitando danos sociais e ambientais pela falta de compreensão sistêmica sobre os efeitos de longo prazo”, conforme avalia Hazel Henderson, presidente da Ethical Markets Media, na apresentação da obra.
O livro visa também suscitar reflexão e diálogo a respeito do desafio de se oferecer uma educação empresarial responsável e promover o valor da inovação sustentável como caminhos em favor do bem-estar da vida humana no planeta. A visão do autor se baseia em profundo estudo empírico e na aplicação prática em sua empresa, a Nutrimental, líder nacional em barras de cereais. “Sustentabilidade é a nova e grande oportunidade de crescimento, de negócios e de construção da nova economia: a economia verde”, afirma Loures. “Temos que incorporar rapidamente o novo entendimento, sob pena de comprometermos a espécie humana e sua existência neste planeta.”
 
Fonte: http://www.fiepr.org.br/fiepr/publicacoes

Nenhum comentário:

Postar um comentário