"A logística reversa é processo de planejamento, implementação e controle do fluxo dos resíduos de pós-consumo e pós-venda e seu fluxo de informação do ponto de consumo até o ponto de origem, com o objetivo de recuperar valor ou realizar um descarte adequado. Desta forma, contribuindo para a consolidação do conceito de sustentabilidade no ambiente empresarial, apoiada nos conceitos de desenvolvimento ambiental, social e econômico. " (Patricia Guarnieri)



Crédito da imagem: jscreationzs / FreeDigitalPhotos.net

terça-feira, 15 de novembro de 2011

O problema dos agrotóxicos vai muito mais além do que imaginamos - Assista o vídeo da usina de triagem de Quixeré-CE

Em Setembro de 2011 o cineasta Sílvio Tendler lançou em Fortaleza-CE,  seu documentário “O veneno está na mesa”, o qual  traz à tona a discussão sobre o modelo de produção de alimentos no Brasil.
O filme mostra os danos gerados pelo uso de agrotóxicos à saúde da população e ao meio ambiente. Alertando para o fato de que o Brasil é o maior consumir de agrotóxicos no mundo, discute como o modelo de desenvolvimento que tem sido adotado no país beneficia grandes empresas transnacionais, como a Monsanto, Syngenta, Bayer, Dow, DuPont, dentre outras, em detrimento da agricultura familiar.
A problemática dos  agrotóxicos no Ceará, vai muito mais além quando tomamos conhecimento do caso da  Chapada do Apodi, onde grandes empresas de fruticultura usam intensamente esses químicos, inclusive através da pulverização aérea, contaminando o meio ambiente e até a água usada para consumo humano.
Através de um curta a produtora Nigéria Filmes, retrata a realidade local, nos mostrando a prática diária dos trabalhadores de uma usina de reciclagem em Quixeré, interior do Ceará, que manejam material contaminado por agrotóxicos.
Acabei de assistir a esse vídeo e é chocante verificar a falta de condições dos trabalhadores manuseando um material totalmente tóxico, que com certeza, causará danos sérios à saúde a médio e longo prazos. Além disso, a falta de EPIs (equipamentos de proteção individual) também é evidente, o que pode causar sérios acidentes de trabalho.
Assistindo vídeos como estes é que podemos começar a perceber qual a consequência de nossas atitudes, pois consumindo os produtos que utilizam estes agrotóxicos estamos contribuindo para o aumento destes resíduos, e consequentemente, aumentando a sucata de plástico que vai para este tipo de usina de triagem, nas quais devido à quantidade manuseada o valor pago aos catadores é ínfimo.
Temos que cobrar melhores condições de trabalho para os cidadãos brasileiros que trabalham com os recicláveis, isto não é só um problema relativo ao meio ambiente, é um problema de saúde pública. Isso precisa acabar...

ASSISTA O VÍDEO DA NIGÉRIA FILMES E CONHEÇA O COTIDIANO DA USINA DE TRIAGEM DE QUIXERÉ NO CEARÁ (CLIQUE SOBRE O VÍDEO).


Crédito do vídeo: Nigéria Produtora
Por: Patricia Guarnieri para o Blog Logística Reversa e Sustentabilidade

3 comentários:

  1. A justiça é cega, e o governo ajuda...
    Vamos ter de esperar anos pra essa turma morrer e alguem achar que foi na triagem!.
    Enquanto isso esses gringos faturam alto.

    ResponderExcluir
  2. Infelizmente... é assim que funciona, enquanto as multinacionais ganham rios de dinheiro os trabalhadores ganham uma miséria e correm risco de contrair doenças...

    ResponderExcluir
  3. é a dura realidade...infelizmente o crescimento das empresas e o $$$ que elas geram para o país acabam prejudicando muitas pessoas, e por ironia quem faz o trabalho "grosso" destas empresas são os que menos recebem $$$.

    ResponderExcluir