"A logística reversa é processo de planejamento, implementação e controle do fluxo dos resíduos de pós-consumo e pós-venda e seu fluxo de informação do ponto de consumo até o ponto de origem, com o objetivo de recuperar valor ou realizar um descarte adequado. Desta forma, contribuindo para a consolidação do conceito de sustentabilidade no ambiente empresarial, apoiada nos conceitos de desenvolvimento ambiental, social e econômico. " (Patricia Guarnieri)



Crédito da imagem: jscreationzs / FreeDigitalPhotos.net

sábado, 12 de março de 2011

PlantBottle - Coca-Cola comemora os primeiros resultados da Inovativa embalagem 100% reciclável feita de etanol de cana-de-açúcar

Surpresa geral: em apenas duas palavras, foi esse o efeito causado pela Coca-Cola Brasil com o lançamento pioneiro da PlantBottle na América Latina. Feita de PET no qual o etanol da cana-de-açúcar substitui parte do petróleo utilizado como insumo, a embalagem reduz a dependência da empresa em relação a recursos não renováveis e diminui em até 25% as emissões de CO2. A expectativa é que, já neste ano, a produção inicial das garrafas PlantBottle resulte na redução de uso de mais de 5 mil barris de petróleo.
O desenvolvimento da tecnologia para a embalagem foi liderado pela The Coca-Cola Company, em Atlanta, e começou há três anos. "Ao substituir parte do petróleo usado na fabricação do PET por etanol de cana-de-açúcar, um recurso absolutamente renovável e abundante no Brasil, a Coca-Cola inaugura uma nova era para as embalagens plásticas e fomenta a geração de empregos no país com a modernização do setor sucro-alcooleiro nacional", destaca Rino Abbondi, vicepresidente de Técnica e Logística da Coca-Cola Brasil. A cana-de-açúcar utilizada para produzir a PlantBottle provém de fornecedores auditados que operam essencialmente com irrigação natural (chuva) e colheita mecânica.
Sem nenhuma alteração em suas propriedades químicas, cor, peso ou aparência em relação ao PET convencional, a PlantBottle é 100% reciclável e entrou, desde sua chegada, na cadeia de reaproveitamento de materiais já existente no país. A garrafa começou a ser comercializada em abril/2010, nas embalagens de Coca-Cola de 500 ml e 600 ml, no Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Curitiba, Recife e Porto Alegre.
Segundo Abbondi, atualmente, a PlantBottle está sendo comercializada em dez cidades e, em 2011, deverá ser expandida para todo o país, sempre com foco nos tamanhos 500 ml e 600 ml. A meta da empresa é, até 2014, ter 100% de suas garrafas PET no Brasil fabricadas na versão PlantBottle.

Para saber mais: www.cocacolabrasil.com.br

Fonte: CEMPRE

Nenhum comentário:

Postar um comentário