"A logística reversa é processo de planejamento, implementação e controle do fluxo dos resíduos de pós-consumo e pós-venda e seu fluxo de informação do ponto de consumo até o ponto de origem, com o objetivo de recuperar valor ou realizar um descarte adequado. Desta forma, contribuindo para a consolidação do conceito de sustentabilidade no ambiente empresarial, apoiada nos conceitos de desenvolvimento ambiental, social e econômico. " (Patricia Guarnieri)



Crédito da imagem: jscreationzs / FreeDigitalPhotos.net

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Paraná e Japão buscam parcerias em renováveis

O governo do Paraná e a Japan External Trade Organization (Jetro) estudam parcerias para transferência de tecnologia nas áreas de meio ambiente e energias renováveis. Representantes do estado e da entidade japonesa iniciaram na sexta-feira, 4 de fevereiro, uma série de reuniões para debater a formalização de acordos. Curitiba foi escolhida pela Jetro, junto com Taiwan e Estocolmo (Suécia), como uma das três melhores regiões do mundo para se investir no setor de meio ambiente e desenvolvimento limpo.
Numa das reuniões, a Copel apresentou uma série de estudos e projetos que vem fazendo na área de energias renováveis, com energia produzida por biodiesel, biomassa, reciclagem de lixo, vento, luz solar e microalgas. “Tenho certeza que o relatório a ser elaborado pelo diretor da Jetro para o Japão e para as empresas japoneses propiciará grandes investimentos em Curitiba”, disse o superintendente de Energias Renováveis da Copel, Francisco Oliveira.

Fonte: Agência Ambiente Brasil

2 comentários:

  1. olá, tenho um projeto para reciclar materiais de informatica, e soube que na China existe um metodo que consegue uma boa quantidade de aproveitamento dos materiais usados.Gostaria de sabe se no Brasil existe algo do tipo e se consigo firmar algum tipo de parceria , desde ja parabenizo pelo blog e espero que ele seja muito útil haja visto a falta de informação sobre esse tipo de assunto na internet. Aproveito para demostrar minha gratidão pela sua atenção

    ResponderExcluir
  2. Olá Vitor Hugo, como vai?
    Realmente a China recebe resíduos eletroeletrônicos de várias partes do mundo, existe uma cidade chamada Guiyu, que possui cerca de 5.500 negócios voltados à reciclagem, há informações no site:http://www.time.com/time/photogallery/0,29307,1870162_1822148,00.html
    No Brasil há ainda poucas iniciativas a respeito, o CEMPRE lançou em 2010 um comitê que trata especificamente deste tipo de resíduos, tentando fomentar parcerias e negócios, acesse o site: http://www.cempre.org.br/eletroeletronicos_page.php
    Existem algumas empresas dedicadas a este tipo de resíduo na região metropolitana de Campinas SP.
    Tenho alguns materiais a respeito da reciclagem de elroeletrônicos, se desejar posso lhe enviar via e-mail, basta me informar o seu e-mail, ok?
    Agradeço seu comentário! Abraços

    ResponderExcluir