"A logística reversa é processo de planejamento, implementação e controle do fluxo dos resíduos de pós-consumo e pós-venda e seu fluxo de informação do ponto de consumo até o ponto de origem, com o objetivo de recuperar valor ou realizar um descarte adequado. Desta forma, contribuindo para a consolidação do conceito de sustentabilidade no ambiente empresarial, apoiada nos conceitos de desenvolvimento ambiental, social e econômico. " (Patricia Guarnieri)



Crédito da imagem: jscreationzs / FreeDigitalPhotos.net

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Empresários pernambucanos implantam indústria de manufatura reversa de geladeiras em Minas Gerais

Fruto de um projeto que surgiu com base no acordo de cooperação técnica estabelecido entre os governos do Brasil e da Alemanha, por intermédio dos ministérios do meio ambiente dos dois países, da Agência Brasileira de Cooperação (ABC/MRE) e da Agência de Cooperação Alemã (GTZ), a empresa Revert Brasil inicia suas atividades no dia 24 de novembro de 2010, em Careaçu, cidade ao Sul de Minas Gerais. Constituída por meio de parceria entre três empresas brasileiras, a Revert Brasil irá desenvolver soluções ambientais voltadas para a manufatura reversa (reciclagem) de refrigeradores e condicionadores de ar que fazem uso do gás clorofluorcarbono (CFC) em sua composição.
Com maquinário de última geração, a indústria irá trabalhar produtos manufaturados – geladeiras, frigobares e aparelhos de ar condicionado, a princípio -, realizando os processos de desmontagem, descaracterização e reaproveitamento das partes recicláveis de forma a reduzir o impacto ambiental destes materiais e gerar economia de energia. Os investimentos no projeto de implantação dessa indústria inovadora superam os 22 milhões de reais e a tecnologia de reciclagem implantada é inédita na América do Sul. Do total a ser investido, cerca de 50% foram recursos doados pela GTZ. Os alemães apoiam projetos ambientais que contribuam para a redução dos gases que provocam o aquecimento global e a destruição da camada de ozônio, em vários lugares do mundo. De imediato, a Revert Brasil vai gerar 80 empregos diretos e cerca de 130 indiretos.
A Revert Brasil tem seu capital social distribuído entre as empresas pernambucanas Publikimagem Projetos e Marketing (67,5%), que tem filiais em Belo Horizonte, Maceió e Teresina, e pela Bom Clima Refrigeração (22,5%), além da mineira Metafik Soluções Ambientais (10%). Entretanto, apesar de sediada em Belo Horizonte, a Metafik também pertence a empresários pernambucanos. As empresas reúnem as principais características necessárias à execução do projeto da Revert Brasil: ter conhecimento e atuar no processo de manufatura reversa; ter capacidade de atuação em vários estados brasileiros e ter executado projetos sociais em comunidades de baixa renda, além de possuir capacidade financeira para investimentos.
De fabricação alemã, o equipamento de manufatura reversa de refrigeradores e condicionadores de ar da Revert Brasil é totalmente automatizado e terá capacidade de processar 450 mil unidades por ano, o que equivale a cerca de 1.500 geladeiras por dia. A eficiência de processamento do equipamento permite retirar mais de 99% dos gases CFCs existentes no refrigerador, tanto no sistema de refrigeração quanto na espuma de isolamento. Utilizando a tecnologia mais atual no mercado mundial, o maquinário também conseguirá separar com até 97% de pureza os demais materiais que compõe o refrigerador, tais como: poliuretano, plástico, ferro, cobre e alumínio.
Primeiro é retirado o óleo do motor do eletrodoméstico, depois os gases CFCs do sistema de refrigeração e da espuma que faz o isolamento da geladeira, que tem quatro vezes mais CFC do que o sistema de refrigeração. Ambos serão tratados para serem reaproveitados. Em seguida, o eletrodoméstico é triturado e o equipamento separa automaticamente todos os materiais. Por conta do alto grau de pureza, essa matéria-prima tem um acréscimo de 40% em seu valor de mercado. Apesar de mais cara, a matéria-prima limpa é a que mais interessa às indústrias.
As máquinas são utilizadas em vários países da Europa e na América do Norte e seguem os padrões alemães de segurança e controle de qualidade e serviço. “Esse equipamento vai retirar quase que totalmente o gás CFC do sistema de refrigeração e do sistema de isolamento das geladeiras antigas, transformando-o para o estado líquido. Isso vai eliminar os gases que destroem a camada de ozônio e contribuem para o aquecimento global”, destaca Pablo Magalhães, diretor executivo da Revert Brasil e um dos diretores da Publikimagem, empresa que executa projetos de eficiência energética em vários estados brasileiros para as respectivas companhias de distribuição de energia.
Faturamento – Inicialmente, as principais clientes da Revert Brasil serão as distribuidoras de energia, incluindo a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig). As concessionárias pagam pela reciclagem da geladeira com recursos dos seus programas de eficiência energética. O consórcio Revert Brasil espera um faturamento de R$ 40 milhões ao fim de 2012, ano em que está prevista a implantação de outra unidade industrial da empresa no Nordeste.
Responsabilidade social – A Revert Brasil irá vincular seu trabalho a projetos sociais de inclusão econômica para cadeias produtivas menos favorecidas, beneficiando sucateiros, catadores, pequenos e microempresários informais através de uma rede de coleta social em parceria com ONGs atuantes em projetos no setor. Esses colaboradores serão capacitados para o uso correto das ferramentas, métodos e procedimentos, garantindo a segurança e a qualidade no desenvolvimento das atividades. O resultado imediato disso é o benefício para o meio ambiente, com a diminuição dos resíduos nas cidades, além da redução no consumo de energia para produção e reciclagem de novos materiais.
Planejamento estratégico – A empresa já surge contando com pontos de coleta de geladeiras em Alagoas, Pernambuco, Piauí e Minas Gerais, estados onde a Publikimagem atua com projetos de eficiência energética. No início do próximo ano, a Revert Brasil implantará pontos de coleta das geladeiras, frigobares e aparelhos de ar condicionado usados nos estados de São Paulo, Pernambuco, Alagoas e Piauí.
A empresa leva em consideração anexar à unidade industrial em Careaçu um incinerador de gás CFC de última geração, que não produz dioxinas como resíduo da incineração do gás, além de ser de fácil operação e energeticamente eficiente.
O incinerador deve entrar em operação a partir de fevereiro de 2011, fechando o ciclo do projeto. “O nosso equipamento tem uma grande vantagem: a ele podemos acoplar uma unidade de manufatura reversa de eletroeletrônicos (computadores, chuveiros elétricos, liquidificadores, etc). O que amplia o alcance da indústria Revert Brasil. Temos planos de adquirir essa unidade adicional em meados de 2011”, revela Pablo Magalhães.
Logística – A Revert Brasil vai ocupar uma área de 22 mil m² no distrito industrial de Careaçu, no Sul de Minas. O local escolhido para a implantação da primeira unidade da empresa foi definido de forma estratégica por conta de sua logística. O município está localizado a 250 Km da cidade de São Paulo, a 360 Km do Rio de Janeiro e 350 Km de Belo Horizonte, posicionando-se às margens da Rodovia Fernão Dias, o que favorece o transporte das geladeiras antigas para a indústria. "O transporte marítimo é muito caro para esse tipo de material. Uma geladeira tem volume, mas não tem muito peso, o que torna o custo inviável", avalia Magalhães.

Fonte: RMAI - Revista Meio Ambiente Industrial

Nenhum comentário:

Postar um comentário