"A logística reversa é processo de planejamento, implementação e controle do fluxo dos resíduos de pós-consumo e pós-venda e seu fluxo de informação do ponto de consumo até o ponto de origem, com o objetivo de recuperar valor ou realizar um descarte adequado. Desta forma, contribuindo para a consolidação do conceito de sustentabilidade no ambiente empresarial, apoiada nos conceitos de desenvolvimento ambiental, social e econômico. " (Patricia Guarnieri)



Crédito da imagem: jscreationzs / FreeDigitalPhotos.net

sábado, 30 de outubro de 2010

Empresa Natura inova e utiliza plástico verde nos refis da sua linha de cosméticos

Com o objetivo de dar mais um passo na redução do impacto ambiental, a Natura lança duas novidades no mercado brasileiro de cosméticos: o plástico verde, para os refis de sabonete cremoso para mãos de Natura Erva Doce, e o sachê para os refis dos hidratantes corporais Natura Tododia.
A empresa será pioneira a utilizar em larga escala plástico verde na indústria cosmética. Feito a partir do etanol da cana-de-açúcar, matéria-prima de fonte renovável, o plástico verde, fornecido pela Braskem, é o primeiro polietileno verde certificado do mundo e possui propriedades idênticas às do plástico petroquímico, com a redução de 71% na emissão de gases causadores do efeito estufa (GEE).
“Estamos iniciando o uso do plástico verde em Erva Doce pelo histórico da linha, que foi a primeira a adotar refis em produtos cosméticos, já em 1983, numa atitude visionária no cuidado com o meio ambiente. A idéia é estendermos para as demais linhas e produtos em 2011, de acordo com a capacidade do fornecedor de produzir a matéria prima”, diz Victor Fernandes, diretor de Ciência & Tecnologia, Ideias e Conceitos da Natura.
Já a troca por sachês nos refis de Natura Tododia reduzirá 83% no uso de plástico, 97% a produção de resíduos e 77% a emissão dos gases responsáveis pelo aquecimento global, em comparação à embalagem original.
Mesmo o plástico verde sendo mais caro que o petroquímico, o preço dos novos refis será mantido. A sugestão de venda do refil de Natura Erva Doce continuará em R$ 22,80 e o de Natura Tododia R$ 23,80. “O consumo de refis ainda é uma mudança de hábito. Desejamos que seja uma escolha consciente do consumidor, por isso não repassaremos os custos. Além de reduzir nosso impacto ambiental, queremos estimular o uso pelo consumidor”, afirma Guto Pedreira, diretor de unidade de negócios da empresa.
Essa inovação está alinhada a adesão que a Natura fez ao programa Defensores do Clima do WWF-Brasil e seu compromisso em reduzir em 33% as emissões relativas até 2011 e 10% até 2012 as emissões absolutas. “Temos um desafio constante de repensar, reformular e renovar nossas tecnologias de fabricação, de matérias primas, de embalagem e até mesmo de logística para reduzir nosso impacto ambiental. Estamos bem felizes com este novo passo”, completa Victor.

Fonte: Natura

4 comentários:

  1. Parabéns para a Empresa Natura pela atitude de ajudar o meio ambiente !
    Sou estudante de logística (Fatec Sorocaba) e vou desenvolver um projeto de Logística Reversa com produtos da linha Natura. Acredito que com isso, além de ajudar mais uma vez a natureza, reduzirá o preço final do produto.
    Mais uma vez, meus parabéns à empresa !

    Juliana Honorato

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola, poderia me passar seu email para me ajudar num trabalho de conclusão de curso sobre logiatica reversa?

      Excluir
    2. Olá Caroline,
      Infelizmente não oriento trabalhos via e-mail. Você pode contar com minha ajuda no compartilhamento de materiais, mas não corrijo ou reviso trabalhos de pessoas que não são meus alunos, pois tenho restrição de tempo.
      Att, Patricia

      Excluir
  2. Olá Juliana, como vai?
    Obrigada por seu comentário. Realmente a empresa Natura é exemplo de empresa ambientalmente correta e estas práticas temos que divulgar.
    Boa sorte em seu projeto!

    ResponderExcluir